terça-feira, dezembro 25, 2007

Chove...


Tenho os meus pés frios… ao ponto de não mais os sentir… e lá longe, vão meus sonhos caminhando pelos terrenos que meus pés jamais vão fazer sorrir.
Vou deixar o meu olhar mergulhar numa única gota de chuva que aquela nuvem cinzenta, em forma de nuvem cinzenta, vai, dentro de três minutos e cinquenta e oito segundos, abandonar.
Este é o tempo certo... esta é a chuva suficientemente ácida para carpir a criação da melodia que vai ganhando vida na pauta feita com terra e com passos. Há uma clave de sol inundada, sem dó nem piedade, por estas águas que brotam do cinzento mais escuro que uma nuvem pode sequer sonhar. Há lá... longe... um outro deus que segreda aos ventos, silêncios que a chuva consegue alcançar.

Está a chover… e a minha gota de vida que não chove! A nuvem cinzenta, mudou de forma mas continua… nuvem e cinzenta… mas o vento, não mais permitiu que a suas formas fossem alvo dos olhares sedentos que jazem no horizonte…

Continua a chover… está um belo dia ausente de sol… continuo com os meus pés frios, e só deles me lembro porque deixei de os sentir…
A sombra sombreou aqui

8 comentários:

tonsdeazul disse...

Dias de chuva...
Eu gosto de dias de chuva...

Dalaila disse...

deixar os pés salpicar a chuva que trará o sentir de volta...

beijo grande lindo.

zuzinha disse...

Já te disse que dormir com o pézinho de fora não dava bom resultado...
Beijo enorme e Bom 2008
GMDT

Anónimo disse...

Eco: adorei...a preposito vou pendurar te na minha arvore de letras hj.
fica com esta:
«a chuva é o sangue do vento»

http://arvoredeletras.blogs.sapo.pt

tonsdeazul disse...

Não, hoje não chove.
O céu está encoberto, mas não chove.
Não.
Hoje não irá chover.

tonsdeazul disse...

Ainda a chover por aqui?

GIRASSOLA disse...

Só passei para dizer... que tenho saudades!

Beijo :-)*

verdinha disse...

tentei na ir ate ao fim pra nao me afogar na chuva que so molha os pes mas que resfria todo o corpa e faz grandes infiltraçoes na alma.. e pq hj esta sol.. muito sol!! eh eh!! viva o tempo!
beijo filipe!