sexta-feira, março 26, 2010

Mundo


Tenho o mundo à curta distância de um passo…
Perco mão do espaço
Tudo que revejo é o reflexo da palma da mão que está de costas para mim.
Os momentos que ficaram para trás já não existem… são meros destroços que não conseguem ser pó.
A planta dos pés não mostra o caminho… segreda que cresceu e criou raízes.
Mas o mundo
persiste
existe
desiste.

3 comentários:

AlmaAzul disse...

"Mas o mundo
persiste
existe
desiste. "

e não pára.

***

BB (O.ö) disse...

:)**

Chiara Luna disse...

andei persistindo e voltei aqui:)**