domingo, setembro 02, 2007

[...]

Olho e volto a olhar para o teclado e só penso na ausência que se manteve presente na minha sombra.
Os dias foram passando, as noites se foram acumulando e as vivencias que outrora tinham sido pintadas nesta tela deixaram simplesmente de o ser. Não sei se por ausência de cores, se por um puro afastamento… apenas sinto que respirei tempo a mais fora da minha água (e não percebo bem o porquê).

5 comentários:

fairybondage disse...

Ainda bem que voltaste!
mil beijinhos

Som do Silêncio disse...

É!
Estiveste muito tempo longe, e sempre com pedidos para voltares.
Espero que desta vez fiques...

Beijo Silencioso

Andrea disse...

Que te afogues na tua agua... e nos enchas de alegria com as tuas palavras...

beijo :-)

carolina disse...

Olá!

Sê bem vindo à tua própria água.
Não procures respostas...
Elas viram por si.

Obrigada pelos textos lindos que escreves e que me emocioraram tanto.

Beijos mil.
Carolina

ML disse...

Alegra-me ler-te de novo!
Quanto às cores, estão lá no teu intimo e voltarão a revelar-se a seu tempo, é só deixares que fluam!

Beijinho
Maria