domingo, março 12, 2006

Amor… feito pedra!

Um dia… houve alguém… que de tanto amar o mar… lhe voltou costas…
A música do seu olhar… ficou assim… feitiço de pedra…
Os braços que antes estendias, subiram aos céus… pedindo clemência… ajuda.
O mar ao longe… continua vigilante… tomando conta de ti…
Mesmo que de costas continues…
Mesmo que o consideres apenas e só uma enorme massa de sal…
Ele continuará a ser a tua música favorita…
As suas ondas… continuam sendo os teus sorrisos preferidos…
A maresia… o teu perfume de sempre…
Sim… eu sei… eu sei o porquê desse teu rosto de sofrimento…
Não… não é nada fácil querer imensamente estar longe…
Continuamente sentir tudo isso… assim ficaste… estátua de granito…
Cada onda (sorriso) que se esbate… cada gaivota que avistas no ar, é ciúme de morte para ti… cada murmúrio que ele entoa… é tua musica (teu sofrimento) preferida… cada pedaço daquele amor… que tanto queria esquecer… fez de ti… estátua fria, imóvel, dura… neste canto perdida…
- Sabes o segredo que induzes?! Querias tanto esquecer aquele amor… que acabaste por te esquecer de ti. Cada lágrima que tua alma verteu… por não sentir o coração pulsar… cristalizou… até neste estado te transformar.

(a sombra...sombreou por si)

10 comentários:

Joana disse...

Nas tuas palavras, encontro as minhas questões,
Porque talvez consigas responder ao que vem de dentro de ti,
mas respondas ao que está a pesar dentro de mim!

É assim que nos encontramos (em palavras),
e às vezes cada encontro gera anos de desencontros,
quando amores se transformam em pedras
e as pedras em estátuas...

quando cada sorriso se dá em forma de grito,
e em cada grito uma forma de presença...

Aqui estou eu...
a gritar em forma de beijo!

Boa semana

Anónimo disse...

Filipe,

Bem pensado.... beijinhos,

Isabel ( Deuzinha)

mj disse...

(...)
Lebrou-me a Pequena Sereia, não sei pq...
*

mj disse...

Lembrou-me (o conto da lebre é outro...)

Cláudia Faro Santos disse...

Às vezes pergunto-me...será possivel amar demais?
Quando lanço a pergunta, no meu silêncio, responde-me um eco...E...(Não, não me parece...=)

Ana Pinheiro disse...

"Sabes o segredo que induzes?! Querias tanto esquecer aquele amor… que acabaste por te esquecer de ti"
Grande verdade....
beijinhos.

zuzinha disse...

Sempre às ordens!

DIV de divertida disse...

Lindo. Triste... mas lindo!

sim, ser mãe tb é uma aventura, mas com amarras, porque é dura e solitária...

Novos dias virão...

jocas

tonsdeazul disse...

...
Há coisas que simplesmente não têm explicação...
Sim... há coisas que apenas são sentidas...
Sim... "Amor... feito pedra!" Poderá existir? ...

abox disse...

a foto é em Santa Luzia!!! ;)