quarta-feira, outubro 03, 2007

Rumos...

Retrato do retrato de uma vida... pretendendo, constantemente, retratar-se nas suas escolhas e opções!

Seguimos o nosso rumo... lado a lado com rumos divergentes. Por vezes rumamos e trespassamos caminhos distintos... e novos labirintos vamos construindo! Perdidos no emaranhado de caminhos cruzados, vamos percorrendo às escuras, trajectos familiares, não por neles caminhar, mas pela constante vontade de os evitar.

Rumos rectos…

Ritmos cruzados pelas ambições…

Curvas cegas pelo desejo…

Tudo é preto e branco... e são os olhos, nossos e de outros... que vão dando cor aos caminhos que vamos traçando (percorrendo-os ou não).

E a vida continua... como sempre... contínua e continua… até que um dia, achamos a saída final do labirinto… e aí, acordamos… (?)

A sombra sombreou aqui (vale a pena visitar)

11 comentários:

ML disse...

Apraz-me saber que o teu rumo em algum momento, num desses emaranhados labirintos se cruzou com o meu, mesmo virtual!
Um abraço,
ML

Lita disse...

E, tu já chegas-te ao fim do labirinto?



As minhas Luas estão bem ;)

E tal como ela nem sempre ando visivel, mas sempre presente :)

Um beijo

Anónimo disse...

...
:)

Fragmentos Intemporais disse...

Apenas me apetece deixar um beijo...e mais não digo...não me apetece...lol

deKruella disse...

Resta saber se vale a pena acordar...ou seja...se vale a pena encontrar o fim do labirinto. Nem tudo pode ser tão linear como o final...enquanto não o alcansarmos as voltas são muitas, a procura é contínua e continua, espero que regada pelas tais curvas cegas de desejo...é bom sinal...porque os rumos directos podem ser extremamente aborrecidos! ;)

Anónimo disse...

A ml de alguma forma escreveu aquilo que me apetecia escrever...gosto de saber que os nossos caminhos se cruzaram, mas essencialmente gosto de saber que o mundo tem pessoas como tu!

Beijo(te)

mj disse...

Ter� alguma gra�a achar a sa�da do labirinto, ou a gra�a est� na sua procura? *

Som do Silêncio disse...

Olá!

Obrigada pelo excelente momento que aqui passei...

Deixo um Beijo Silencioso

Marta disse...

E quando voltamos sempre ao caminho incicial porque nunca damos com a saída? Afinal o labirinto só tem uma saída possivel!

DIV de divertida disse...

E depois de acordar?!

tonsdeazul disse...

Rumos que por vezes a nada nos leva...
Rumos que por vezes nos levam a caminhos tão encruzilhados...
Rumos onde não encontramos o rumo...
Rumos que são solitários... ou não...
Rumos e mais rumos...